Astrônomos encontram nova “super Terra” potencialmente habitável

Planeta localizado a apenas 42 anos-luz da Terra se encontra dentro da faixa de habitabilidade de seu sistema solar.

De acordo com uma notícia publicada pelo site SPACE.com, um grupo internacional de astrônomos, liderados por Mikko Tuomi, da Universidade de Hertfordshire, na Inglaterra, localizou uma nova super-Terra a apenas 42 anos-luz do nosso planeta que apresenta inúmeros atributos em termos de habitabilidade e capacidade para suportar a vida.

Segundo a publicação, a super-Terra — conhecida como HD 40307g — faz parte de um sistema solar de seis planetas que orbitam próximos a uma estrela anã da classe espectral K. Conforme explicaram os astrônomos, o astro se encontra a uma distância de 90 milhões de quilômetros de seu sol, o que o posiciona dentro da faixa de habitabilidade, ou seja, dentro da região na qual a água em sua forma líquida pode ser encontrada na superfície de um planeta.

Astrônomos encontram nova super-Terra potencialmente habitável (Fonte da imagem: Reprodução/SPACE.com)

Além disso, os cientistas acreditam que a HD 40307g conta com uma massa pelo menos sete vezes superior à da Terra, além de provavelmente girar em torno de seu próprio eixo — em vez de orbitar sempre com a mesma face voltada para sua estrela —, o que significa que o astro pode apresentar ciclos de dias e noites semelhantes aos do nosso planeta, aumentando, assim, as chances de que alguma forma de vida possa se desenvolver por lá.
Fonte: SAPACE.com Universidade de HertfordshirearXiv.org

Anúncios

Para pesquisadores, realidade em que vivemos pode ser simulação.

Após assistir a Matrix, você ficou se perguntando se realmente existe um universo paralelo gerado por um computador? Se a resposta foi positiva, talvez esteja chegando a hora de você descobrir a verdade.

Segundo o Daily Mail, um grupo de cientistas da Universidade de Bonn (Alemanha) encontrou uma forma de confirmar se o universo como conhecemos é ou não uma realidade simulada.

Para confirmar a suposta teoria do ‘Matrix’, os estudiosos buscam criar uma simulação de nosso universo para encontrar a natureza da”visão restrita”, que nos impediria de perceber esse universo paralelo virtual em que (teoricamente) estaríamos vivendo.

Segundo eles, é possível que alguma civilização tenha conseguido produzir computadores tão poderosos capazes de desenvolver simulações do próprio universo. Sendo assim, estaríamos vivendo em uma dessas simulações, reproduzindo a mesma trajetória que nossos criadores. Ou seja, no futuro, seríamos capazes também de projetar as mesmas simulações em que supostamente vivemos.

A verdade será finalmente revelada quando os físicos unificarem o micro e o macro, e encontrarem nossas limitações percepto-sensoriais que nos impedem de enxergar a realidade.

Esse tipo de pensamento não é novo, Gnósticos de varias denominações pregam isso a milênios.

Confira mais sobre o assunto neste link.